BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

quarta-feira, 5 de maio de 2010

3º exercício Rariton

3º exercício de Redação na Comunicação

COERÊNCIA E COESÃO TEXTUAIS


I – Coerência deve ser entendida como a unidade do texto. Um texto coerente é um conjunto harmônico, em que todas as partes se encaixam de maneira complementar de modo que não haja nada destoante, nada ilógico, nada contraditório, nada desconexo. No texto coerente, não há nenhuma parte que não se solidarize com as demais. (Platão & Fiorin, 1999).

Leia o texto a seguir:

Havia um menino muito magro que vendia amendoins numa esquina de uma das avenidas de São Paulo. Ele era tão fraquinho, que mal podia carregar a cesta em que estavam os pacotinhos de amendoim. Um dia, na esquina em que ficava, um motorista, que vinha em alta velocidade, perdeu a direção. O carro capotou e ficou de rodas para o ar. O menino não pensou duas vezes. Correu para o carro e tirou de lá o motorista, que era um homem corpulento. Carregou-o até a calçada, parou um carro e levou o homem para o hospital. Assim, salvou-lhe a vida.

Incoerência apresentada: _____________________________________________________

_________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________


EXERCÍCIOS

1- Os fragmentos de textos a seguir apresentam algum tipo de incoerência. Tente identificar e explicar a incoerência que você vê:

Texto 1 –

Devo confessar que morria de inveja de minha coleguinha por causa daquela boneca que o pai lhe trouxera da Suécia: ria, chorava, balbuciava palavras, tomava mamadeira e fazia xixi. Ela me alucinava. Sonhei com ela noites a fio. Queria dormir com ela uma noite que fosse.
Um dia, minha vizinha esqueceu-a em minha casa. Fui dormir e, no dia seguinte, quando acordei, lá estava a boneca no mesmo lugar em que minha amiguinha havia deixado. Imaginando que ela estivesse preocupada, telefonei-lhe e ela mais do que depressa veio buscá-la.

Incoerência apresentada: _____________________________________________________

_________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________


Texto 2 –
Conheci Sheng no primeiro colegial e aí começou um namoro apaixonado que dura até hoje e talvez para sempre. Mas não gosto de sua família: repressora, preconceituosa, preocupada em manter as milenares tradições chinesas. O pior é que sou brasileira, detesto comida chinesa e não sei comer com pauzinhos. Em casa, só falam chinês e de chinês eu só sei o nome de Sheng.
No dia do seu aniversário, já fazia dois anos de namoro, ele ganhou coragem e me convidou para jantar em sua casa. Eu não podia recusar e fui. Fiquei conhecendo os velhos, conversei com eles, ouvi muitas histórias da família e da China, comi tantas coisas diferentes que nem sei. Depois fomos ao cinema eu e o Sheng.

Incoerência apresentada: _____________________________________________________

_________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________



Texto 3 –
O quarto espelha as características de seu dono: um esportista, que adorava a vida ao ar livre e não tinha o menor gosto pelas atividades intelectuais. Por toda a parte, havia sinais disso: raquetes de tênis, prancha de surf, equipamento de alpinismo, skate, um tabuleiro de xadrez com as peças arrumadas sobre uma mesinha, as obras completas de Shakespeare.

Incoerência apresentada: _____________________________________________________

_________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________


Texto 4 –
Embora existam políticos competentes e honestos, preocupados com as legítimas causas populares, os jornais, na semana passada, noticiaram casos de corrupção comprovada, praticados por um político eleito pelo povo.
Isso demonstra que o povo não sabe escolher seus governantes.

Incoerência apresentada: _____________________________________________________

_________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________


2 – O fragmento que segue inicia uma crônica de Paulo Mendes Campos e define certas características e atitudes de um personagem (Jacinto):

Nunca ouvimos de Jacinto uma palavra áspera, uma lamúria, nunca respondeu com irritação às crianças que o insultavam, impiedosas, quando passava embriagado. Bêbedo, sorria beatífico e acima de todas as misérias, e falava de coisas alegres, às vezes numa língua particular, ininteligível.
(Quadrante. 4ª ed. Rio de Janeiro: Ed. Do Autor, 1962. p. 204).

Observando as características desse personagem, procure atribuir-lhe:
a) uma atitude que seja coerente, isto é, compatível com elas.
b) uma atitude que seja incoerente.

3 – Proposta de redação: Segue um fragmento que deve ser considerado o desfecho da narrativa que você vai construir. Procure montar seu texto de tal modo que a conclusão proposta esteja coerente com o fato narrado por você.

Conclusão:
Mas a vida não é como a gente quer: entre o sonho e a realidade, existe um anjo mau que resiste ao nosso desejo.


II – Coesão é a conexão interna existente entre os vários enunciados de um texto, resultante das relações de sentido existentes entre eles. Do texto cujos enunciados são bem articulados, diz-se que é coeso.

Observe a coesão no texto a seguir:

É sabido que o sistema do Império Romano dependia da escravidão, sobretudo para a produção agrícola. É sabido ainda que a população escrava era recrutada principalmente entre prisioneiros de guerra.
Em vista disso, a pacificação das fronteiras fez diminuir consideravelmente a população escrava.
Como o sistema não podia prescindir da mão-de-obra escravas, foi necessário encontrar outra forma de manter inalterada essa população.

As palavras destacadas no texto evidenciam as relações de sentido entre os enunciados. Tais palavras ou expressões são chamadas de conectivos ou elementos de coesão.
São várias as palavras que, num texto, assumem a função de conectivo ou elemento de coesão:
- as preposições: a, de, para, com, por, etc.;
- as conjunções: que, para que, quando, embora, mas, e, ou, etc.;
- os pronomes: ele, ela, seu, sua,este, esse, aquele, que, o qual, etc.;
- os advérbios: aqui, aí,lá, assim,etc.

O uso adequado desses elementos de coesão confere unidade ao texto e contribui consideravelmente para a expressão clara das idéias. O uso inadequado sempre tem efeitos perturbadores, tornando certos trechos incompreensíveis.

Observe a articulação dos enunciados nos trechos abaixo:

a- Se estas indústrias são poluentes, devem abandonar a cidade, para que as boas condições de vida sejam preservadas.

b- O homem que tenta mostrar a todos que a corrida armamentista que se trava entre as grandes potências é uma loucura.

c- Ao dizer que todo o desejo de que os amigos viessem à sua festa desaparecera,uma vez que seu pai se opusera à realização.

O primeiro período apresenta uso adequado dos elementos coesivos, o que não ocorre com os outros dois.


EXERCÍCIOS

1- Apresentamos alguns segmentos de discurso separados por ponto final. Retire o ponto final e estabeleça entre eles a relação que lhe parecer compatível, usando para isso os elementos de coesão adequados.

a – O solo do Nordeste é muito seco e aparentemente árido. Quando caem as chuvas, imediatamente brota a vegetação.

b- Uma seca desoladora assolou a região sul, principal celeiro do país. Vai faltar alimento e os preços vão disparar.

c - Vai faltar alimento e os preços vão disparar. Uma seca desoladora assolou a região sul, principal celeiro do país.

d – O trânsito em São Paulo ficou completamente paralisado dia 15, das 14 às 18 horas. Fortíssimas chuvas inundaram a cidade.


2- Os períodos seguintes apresentam problemas de coesão por causa do mal uso do conectivo, isto é, da palavra que estabelece a conexão. A palavra ou expressão conectiva inadequada vem em destaque. Procure. Procure descobrir a razão dessa impropriedade de uso e substituir a forma errada pela correta.

a- Em São Paulo já não chove há mais de dois meses, apesar de que já se pense em racionamento de água e energia elétrica.
b- As pessoas caminham pelas ruas, despreocupadas, como se não existisse perigo algum, mas o policial continua folgadamente tomando o seu café no bar.
c- Talvez seja adiado o jogo entre Botafogo e Flamengo, pois o estado do gramado do Maracanã não é dos piores.
d- Uma boa parte das crianças mora muito longe, vai à escola com fome, onde ocorre o grande número de desistências.

3- Leia o período que segue:

Chegaram instruções repletas de recomendações para que os participantes do congresso, que, por sinal, acabou não se realizando por causa de fortes chuvas, que inundaram a cidade e paralisaram todos os meios de comunicação.

a- É compreensível o seu conteúdo?
b- Qual é seu grande defeito?


BIBLIOGRAFIA
AZEREDO, J. C. Iniciação à sintaxe do português. Rio: Jorge Zahar, 1993.
INFANTE, Ulisses. Do texto ao texto. Curso prático de leitura e redação. Editora Scipione. São Paulo. 1991.

PLATÃO & FIORIN. Para entender o texto. São Paulo: Ática, 1996.
PLATÃO, & FIORIN. Lições de Texto: leitura e redação. SP: Ática, 1997.
KOCH, Ingedore. Coesão e coerência textual. S. Paulo: Ática, série Princípios.
KOCH, I.V. & TRAVAGLIA L. C. A coerência textual. São Paulo, Contexto, 1995.
KOCH, Ingedore G. Villaça. A Coesão Textual. São Paulo: Contexto, 1989.

Nenhum comentário:

Postar um comentário